|  | 
HOME > FUNDOS > IMOCOMERCIAL > ESTRATÉGIA DE INVESTIMENTO

O FUNDO concentra fundamentalmente o seu investimento em bens imobiliários destinados a Centros Comerciais, Armazéns, Instalações Industriais e Logísticas.

A identificação desses sectores de actividade resulta da seguinte análise:

O mercado de retalho mantém a evolução favorável que se tem vindo a registar nos últimos anos. Continua a existir bastante interesse por parte dos retalhistas, tanto para centros comerciais como para Retail Parks, nomeadamente fora dos grandes centros urbanos onde se regista uma maior expansão. O crescimento da oferta tem sido sustentado essencialmente por via da procura dos retalhistas internacionais. Os Centros Comerciais portugueses contam-se entre os mais modernos da Europa.

O mercado logístico tem evidenciado uma forte procura provocada, em parte, por estratégias de reestruturação dos grandes operadores logísticos, que na sua maioria actuam em Portugal há cerca de 10 anos.

O mercado logístico da Grande Lisboa será definitivamente influenciado pela decisão anunciada, no início do ano, para a localização do novo aeroporto internacional de Lisboa, em especial nas Zonas 1, Alverca-Azambuja e 4, Montijo-Alcochete.

No que se refere ao eixo Alverca-Azambuja este é o principal pólo logístico da Grande Lisboa, cujo crescimento nas últimas duas décadas se deveu à facilidade de acesso à A1 – principal ligação rodoviária entre Lisboa e Porto – ao longo da qual se concentra mais de metade da população nacional. Na perspectiva do investidor, o FUNDO permite a diversificação do risco imobiliário e a concentração em segmentos de negócio com forte potencial de crescimento.

O website contém apenas informações gerais sobre o Fundo em causa, pelo que a sua leitura não exclui a necessidade de informação mais detalhada, que poderá ser obtida, sem quaisquer encargos, através do Regulamento de Gestão e dos documentos de prestação de contas do Fundo, junto da Sociedade Gestora e do Banco Depositário. O valor da unidade de participa¸ão pode ser obtido (mensalmente) junto das entidades acima referidas ou no sistema de difusão da CMVM, onde também pode ser consultada a carteira do Fundo.